Slide Background

Notícias

CONCLUIR O ENSINO SUPERIOR TRIPLICA A RENDA, MOSTRA IBGE

Imagem Principal
O nível de instrução é determinante para a renda dos brasileiros. A renda de quem concluiu o ensino superior é praticamente o triplo daqueles que têm apenas o ensino médio, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnadc) divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE.
 
De acordo com o estudo, o rendimento médio mensal dos profissionais com faculdade foi de R$ 5.110 no ano passado, enquanto os que completaram apenas o ensino médio ganharam R$ 1.727 em média por mês. Comparados com os trabalhadores sem qualquer nível de instrução - cuja renda média foi de apenas R$ 842 -, quem tem nível superior ganhou seis vezes mais.
 
O IBGE mostra que o acréscimo de salário depende da conclusão do curso. Os profissionais com nível superior incompleto ganharam em média R$ 2.186 por mês no ano passado, 43% do salário de um diplomado. Mesmo assim, esses tralhadores receberam 27% mais que aqueles que pararam na conclusão do ensino médio. O rendimento médio de quem concluiu apenas o ensino fundamental foi de R$ 1.409 em 2017.
 
O aprofundamento da crise e o aumento do desemprego levou à diminuição da renda de profissionais com vários níveis de formação. Os com superior completo ganhavam R$ 5.371 em 2016, perdendo, em média, 4,86% do salário no ano passado. Os que mais sofreram, porém, foram os mais pobres: aqueles sem instrução viram sua renda média cair 8 em um ano, de R$ 915 para R$ 842.
 
As mulheres mantiveram a sua diferença salarial em relação aos homens. Elas recebem 77,5% do salário masculino: R$ 1.868 contra R$ 2.410. Mas já foi pior, em 2016, as mulheres ganhavam 77,2% do que ganhavam os homens. Entre negros e brancos, a distância também se manteve. Os pardos ganham o equivalente a 57% do salário dos brancos. Entre os pretos, a distância é ainda maior: eles ganham somente 55,8% do salário do branco.

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.

Voltar